domingo, 30 de maio de 2010


Cadernos de Sena


Paráquia de Sena, a mais antiga do Acre


A fortuna de 0,25 centavos


Há 47 anos existe o Arraial do Pe. Paolino em Sena Madureira. Ele chegou ao município no ano de 1963, exatamente o ano em que nasci.


O Arraial acontece sempre nos 31 dias do mês de maio. Faça chuva ou faça sol...


A comunidade já acostumou!


Neste ano, com todos os percalços enfrentados - a festa da inclusão tem sido boa. Prendas e mais prendas são entregue por instituições e pessoas físicas que doam o seu grão para o mais tradicional arraial do Acre.


E por que festa da inclusão? Porque o Arraial de Padre Paolino é uma coisa que não existe em nenhum lugar do mundo.


Só em Sena tem um padre de 80 e tantos anos que não se cansa nunca e toda noite lá está ele fazendo a novena e depois animando o arraial.


Neste fim de semana encontrei-o durante uma tarde e ele me disse:


-Olha aqui. Estou escrevendo sobre o Evangelho ecológico...To me preparando para rezar a novena das 19h...


Veja só: Pe. Paolino ainda se prepara para uma novena, como se fosse um noviço que ingressou na igreja há pouco tempo.


O Arraial de Sena é a cara de Paolino. Não é feito para obter lucros, mas para ajudar pessoas.


Toda a arrecadação, que em 2010 será muito menor que em 2009, é para comprar remédio para os excluídos do município e dos ribeirinhos...Seringueiros e índios.


Os preços praticados no Arraial de Paolino são simbólicos. No aviãozinho, o maior símbolo da festa pelo fascínio que exerce nas pessoas, a comunidade pode levar uma galinha cheia para casa por 0,25 centavos. A explicação do padre é educadora:


-Está congelado em 0,25 centavos há vários anos para que todos os pais e mães possam trazer o filho e participar. Qualquer pai ou mãe pode comprar um bilhete – ressalta o vigário.


Sou sempre suspeito em falar de Paolino. Pela minha ligação afetiva com ele tudo o que vejo fazer me serve de inspiração e quero contar para o mundo.


Contar para o mundo que existe um homem em Sena Madureira que faz do impossível o possível.


E que só pensa em fazer o bem.

quarta-feira, 26 de maio de 2010


FLU na Copa



O vídeo oficial da FIFA sobre a Copa mostra a torcida do Fluminense [aos 3 minutos e 21 segundos] em êxtase em jogo no Maracanã.


A do Fla também aparece descendo de um trem.


São as duas únicas do Brasil no filme da FIFA.


Ah, e hoje tem FLA-FLU.....


duração: 4min17s

terça-feira, 25 de maio de 2010


Memória prodígia



Toinho Sousa, 86 anos


Seu Toinho e o filho Antônio José



Seu Toinho Sousa, que completou neste maio 86 anos, é irmão do único combatente acreano morto [Sargento Sousa] na Itália nas batalhas da Segunda Guerra.


Próximo dos 90, seu Toinho relembra da história de Sena como poucos e cobra das autoridades a parte que cabe ao município nos anais da memória oficial do Acre.


Vida mais longa, seu Toinho!!!

sexta-feira, 21 de maio de 2010

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Cadernos de Sena


Saudade: antes a Padre Egídio era bonita e organizada.



Comércio fraco, cidade...



Um dos símbolos do apogeu da borracha foi o comércio de Sena Madureira. Sua relação umbilical com o Amazonas deu ao município condições para que naquela época a cidade vivesse dias de progresso. E o que se vê hoje?


Sena tem um comércio em decadência. Os comerciantes estão à mercê da péssima política e não veem perspectiva de melhora na economia local. Não há geração de riqueza na cidade vinda do comércio que, fragilizado, que não sabe o que fazer.


Sem comércio forte nenhuma cidade vai adiante. Como o poder público não se relaciona como deveria com o empresariado local, as coisas só tendem a piorar. Sena Madureira precisa ter uma Associação Comercial forte. A de Cruzeiro do Sul, por exemplo, completou 100 anos um dia desses e tem sido protagonista no Juruá. E a de Sena?


A Associação Comercial de Sena precisa ser reinventada. Quando isso for feito precisa reunir os comerciantes e organizá-los no sentido de cobrar do poder público – local e estadual – condições para o desenvolvimento. Se o município não cresce o comércio não cresce e vice-versa.


A rua Padre Egídio, para começo de conversa, precisa ser refeita. Revitalizada. A beira do rio Iaco, no centro, precisa voltar a ser a beira do rio do Iaco. A Padre Egídio tem que ser uma rua bonita, iluminada, asfaltada e com calçadas de pedestres decentes. Ninguém tem disposição de comprar quando o local é feio. Todo mundo que ir a um local agradável e que faça bem aos olhos. Como não existe shopping a rua tem que ser bonita. É a regra número zero do Capitalismo.


Afinal de contas, o comércio é a mola de qualquer cidade. Se o comércio é fraco a cidade não anda para frente e a tendência é ir piorando cada vez mais. Os comerciantes de Sena são verdadeiros heróis. Então, mãos à obra.


Sem perda de tempo.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Duas décadas depois...


Veja aqui o dilema de Dunga....


Os conselhos de Telê e os palpites de Lazarone, o técnico que conseguiu montar a pior Seleção do Brasil de todos os tempos (1990)... Com Dunga em campo, claro.


No blog do Juca Kfouri

sexta-feira, 14 de maio de 2010

No espaço é assim


Você tem curiosidade em saber como os astronautas, cosmonautas se viram para ir ao banheiro fazer suas necessidades? Tem?

Então veja aí:

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Dungadas


1 – O técnico Dunga deu sua melhor entrevista nesse tempo em que está à frente da Seleção. Ninguém tem dúvida que o Zangado é um cara decente.


2 – Manteve sua intolerância em alguns momentos em não assumir que não gosta de atletas com qualidades de craque. Para Dunga, ‘disposição, atitude, comprometimento' com a Seleção só têm os brucutus Elano, Josué, Gilberto Silva...


3 – Dunga pôs o Milton Neves no seu devido lugar quando o chamou de lobista e afirmou...’Você fala muito de merchan e pouco de futebol’.


4 – O time de Dunga será obediente...Poderá vencer...de forma burocrática.


5 – Quebrou um tabu antigo [e uma imoralidade] de não dar exclusividade à Globo, que sempre antecipou os nomes que seriam convocados em outros tempos. Dessa vez ninguém sabia mesmo.

segunda-feira, 10 de maio de 2010


Cadernos de Sena




Tempo e espaço


Sena Madureira precisa rever os conceitos de Einstein. Fora do tempo e do espaço, a cidade perdeu-se nas últimas décadas e esquece-se de entrar no século XXI.


Um choque de modernidade em todos os níveis é urgente no município. Educação e Cultura são as únicas saídas possíveis para tirar Sena do ostracismo total.


A cidade precisa de um projeto ousado, que leve em conta as necessidades de hoje e futuras. Sena tem 40 mil habitantes e não pode mais ser aquela cidadezinha onde o poder público é pai e mãe de todo mundo.


Por outro lado, o poder público tem que ser o espelho e dar o exemplo. Tem que fazer certo para receber o apoio de todos. O poder público não pode ser um balcão, onde as pessoas carentes recebem esmolas num dia e no outro voltam para receber novamente.


O conceito de política pública precisa ser conhecido na comunidade de Sena, que se ilude ainda com as políticas do favor pelo favor. A política das migalhas. A política do individual. Esse tipo de política é a expressão maior do atraso na cidade e tem que ser superado.


Sena é tão próxima e tão longe da capital. Próxima no espaço, por assim dizer, e longe no tempo, no desenvolvimento e na consciência crítica dos seus cidadãos. Para reduzir estas distâncias – menos de espaço e mais de tempo – será necessário muito trabalho e inteligência dos seus homens e mulheres.


Sem perda de tempo.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Governador da hora


Com o governador, o vice e o presidente da Aleac, respectivamente, Binho, César e Edvaldo, fora do Estado, o chefe de governo atual é o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Pedro Ranzi.


Agora caso o governador Pedro tenha que sair do Estado, por qualquer motivo, quem ascende à condição de governador é o Bispo, da Igreja Católica, Dom Joaquim Pertiñez, que é espanhol.


Bem, como o Estado é laico, poderia haver um revezamento entre o Bispo, um Pastor e um Pai de Santo. Seria mais democrático.


Agora se ninguém quiser assumir passem o bastão ao Padre Paolino....


...Ele dará conta do recado.

terça-feira, 4 de maio de 2010


Tempos idos...



Minha sogra Nancy está Lima [PERU], nesta noite de terça, vendo um show de Roberto Carlos.


Era o sonho da sua vida.


Aproveitei para mostrar à minha filha Isabele, 13, como eu ouvia música quando tinha a idade dela, em Sena Madureira.


Parece mentira...mas era assim.


E esta é a minha música preferida de Roberto/Erasmo.



Desde criancinha...




Treino no FLU agora começa às 4 da madrugada.

Celebridade




Para que serve?


O diretor de Avatar, o filme, veio ao Brasil. Deu um monte de palpites sobre Belo Monte, a Hidrelétrica. Com perdão do trocadilho.


Disse James Cameron: 'Vou avisar Washington, vou avisar Washington'.


Leia o artigo, aqui

sábado, 1 de maio de 2010


[Cadernos de Sena]



Fora da agenda


Começou a dar resultado o ‘Cadernos de Sena’. Manifestações a favor e contra pipocaram durante a semana. Bom sinal.


O atraso na política do município, restrita a briguinhas paroquiais de grupinhos em busca do poder na cidade, apenas, levou a cidade a mergulhar no ostracismo.


Sena Madureira, que já foi protagonista da cena política do Estado, está fora completamente faz um tempão.


A cidade está fora da agenda política, esportiva, cultural e econômica do Estado há décadas. Não tem influencia em nada nos destinos do Estado.


Vou dar apenas um exemplo: a Frente Popular anunciou sua pré-chapa e não há um único nome da cidade integrando o time majoritário. O Juruá, com o seu protagonismo - tomou de conta junto com a capital.


Também na oposição, Sena não tem participação efetiva. Os nomes que se debatem passam longe do município.


E por que isso acontece? Porque Sena saiu do trilho há muito tempo e não tem sido consultada em nada na grande política do Acre. Perdeu o bonde da história.


Eu mesmo tenho críticas ao governo da Frente Popular com relação a Sena. Acho que a cidade foi esquecida.


Mas isso é culpa, principalmente, das suas próprias lideranças, que não sabem ou não souberam se impor com reivindicações de interesse da população. Só pensam em ganhos individuais.


Resultado: Sena está desanimada, triste e sem perspectiva de futuro.


Sena precisa rever sua política, seus métodos arcaicos. Para isso a comunidade tem que reagir. A juventude precisa ser estimulada a romper com esse atraso que afoga a cidade e não a deixa sair do lugar.


Uma nova ideia para Sena é urgente.