quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Uvas e internet ao invés de política



Padre Paolino Baldassari passou dois meses em Bologna, Itália.

Ele não disse, mas eu digo, que sua viagem ao seu país de origem e a permanência por lá um tempão foi mais do que uma simples generosidade de quem gostaria que ele ficasse ao lado da família.

Ele ficou afastado de Sena durante todo período crítico da campanha eleitoral. Coincidência?

Seu irmão, de 81 anos, está enfermo.

-Muito doente e só chorava quando falava alguma coisa. Vê meu irmão daquele jeito não foi fácil. Logo ele, que era um homem e tanto no trabalho. Fiquei muito triste – me contou Paolino durante o feriadão nacional.

Feriadão para nós. Porque Paolino aproveitou para andar nos bairros de Sena e visitar famílias. Cuidando da sua igreja...

-O senhor tá gordo, hein?! Encheu-se de massas, né?

-Comi muita uva...

-E vinho, tomou muito?

-Me desacostumei do vinho.

Paolino anda meio cético com a política e as pessoas no município. Não vou revelar aqui o que me disse. Tivemos uma conversa de amigos de muito tempo.

A viagem à Itália serviu, entre outras coisas, para o velho padre descobrir a magia da internet.

-Sabia tudo de Sena. Tudo, tudo. Sabia mais do que quando estou aqui – admite.

Não sei por quantos anos a cidade ainda terá o seu maior guia.

Só sei que temos de aproveitar a sua força, sua fé e seu compromisso em defesa de Sena Madureira.

Um comentário:

Princesa do Juruá disse...

O Padre Paulino, merece e muita viajar, férias, ficar ao lados da família, pois ele é um incansável e que muito já contribuiu para o Acre.